Monthly Archive Janeiro 2018

Byserenpid

Crescimento do Turismo de Sintra e Portugal

Portugal tem cada dia mais turistas estrangeiros e Sintra, que é referencia para gerações de poetas não foge à regra. As visitas ao Palácio da Pena, Quinta da Regaleira, Castelo dos Mouros e Palácio Nacional de Sintra crescem todos os anos e o número dos que vêm só visitar a vila e não entram nos monumentos, também.
     
As estatísticas indicam um aumento anual de 20% de visitantes nos últimos 3 anos. Visitantes de todas as faixas etárias, que chegam em grupos de amigos ou em família, curiosos para descobrir esta vila Patrimonio da Humanidade, descrita por ilustres poetas – como por exemplo Lord Byron- como o sitio mais bonito do Planeta.
As estatísticas são as das entradas nos palácios e monumentos da vila, explorados pela empresa Estatal a “Parques de Sintra“, que tem a seu cargo a gestão de alguns dos monumentos mais famosos do mundo, tendo recebido nos últimos anos as mais honrosas distinções a nível mundial, como por exemplo o World Travel Award de “Melhor Empresa do Mundo em Conservação” pelo quinto ano consecutivo em 2017.
Esta empresa gere o Palácio da Pena – O mais visitado, com 1,3 milhões de visitas em 2016; o Castelo dos Mouros,
 sobranceiro à Vila de Sintra; o Chalet da Condessa d”Edla, junto à Pena; o Palácio Nacional de Sintra, no centro histórico da vila; o Palácio Nacional de Queluz; o Parque e Palácio de Monserrate, e o Convento dos Capuchos, este já a caminho da ponta mais a oeste do Continente Europeu,o Cabo da Roca. Ao todo, em 2016, a Parques de Sintra vendeu mais de 2,6 milhões de entradas para o conjunto dos seus parques e monumentos.
Em 2017, as visitam cresceram uma vez mais e atingiram 3,2 milhões de visitantes.
Das 500 mil entradas vendidas em 2007, aos 3,2 milhões de visitantes registados em Novembro de 2017, o crescimento na última década foi exponencial, com seis vezes mais entradas em 2017 do que ha 10 anos atrás.
No entanto os visitantes da Vila de Sintra, ou seja, aqueles que foram apenas em passeio, beber um café ou comer uma queijada
 sem visitar os palácios, ascenderam a numeros mais elevados, como por foi o caso da famosa estimativa dos seis milhões de pessoas em 2017.
O peso do número de visitantes estrangeiros (82,19%) em relação aos portugueses (17,81%) nos parques e monumentos da Parques de Sintra também não deixa duvidas da dimensão e do alcance do turísmo em Portugal nos últimos anos.
Crescimento do Turismo na Economia: O turismo transformou-se, nos últimos anos, no principal sector dinamizador da economia Portuguesa. Segundo os dados da Conta Satélite do Turismo do INE, o turismo já cresce quatro vezes mais depressa do que a própria economia e representa 7% do PIB e mais de 9% do emprego.

Byserenpid

Food Tuk | Street Food em Portugal

O Mercado Street Food em Portugal

Street Food não é apenas um Tuk Tuk com balcão, ou mais uma franquia servindo a mesma coisa.

Street food é um Novo Mercado, com potencial de receita anual de 2.5 milhões € e que pode crescer de 20% ano, são números um tanto quanto interessantes.

Determinados conceitos nascem do restaurante tradicional e acabam por se manifestar no Street Food, já
outros conceitos evoluem do Street Food para o restaurante tradicional, e nessa troca de informações este novo e interessante mercado surge, já a alguns esta atividade é presente em nossas ruas, mas agora com
a conectividade e as redes sociais, o que era apenas um lache se transformou em uma forma de expressão
e de pertencimento, uma identidade.

O Street Food não vende apenas alimento, mas vende tendencia, experiências, sensações e manifestação de estilo,
as tribos são diversas dos tradicionais aos mais inovadores.

Não é atoa que o Street Food conquistou os grandes chefs como Jamie Oliver, e Rick Stein

 

Fonte : Street Food Portugal

 

 

pt_PTPortuguese (Portugal)
en_GBEnglish (UK) pt_PTPortuguese (Portugal)